AUXÍLIO INCLUSÃO COMO FUNCIONA?
Procurar
Resultados por:
Pesquisa avançada
avatar
News Contabil
Admin
Mensagens : 143
Data de inscrição : 25/03/2021
https://www.newscontabil.com
16122021
AUXÍLIO INCLUSÃO COMO FUNCIONA? Auxili10
Créditos imagem:https://www.economiasc.com.br/wp-content/uploads/2021/07/auxilio-inclusao-o-que-e-e-quem-tem-direito-a-esse-beneficio-social.jpg

O auxílio inclusão é um benefício que já estava previsto na Lei Brasileira de Inclusão da pessoa com deficiência. Contudo, somente com a Lei 14.176 de 22 de junho de 2021 houve sua regulamentação, que entrou em vigor a partir do dia 1º de outubro de 2021.


O Auxílio-Inclusão é uma medida de incentivo do Governo Federal aos beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC).


Este benefício visa auxiliar na inclusão de beneficiários do BPC/LOAS para que reingressem no mercado de trabalho.


COMO FUNCIONA O AUXÍLIO-INCLUSÃO?



Funciona da seguinte maneira: é fornecido um valor mensal para quem recebe o BPC e está prestes a reingressar no mercado de trabalho, e é por isso que o nome do Auxílio é inclusão, pois ajuda o beneficiário do BPC a se incluir novamente no mercado de trabalho sem perder toda a renda que recebia.


Podemos dizer que o Auxílio-Inclusão é uma forma de substituição do BPC.


O BPC (Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social) é um benefício assistencial pago por meio do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que garante um salário mínimo por mês para idosos a partir de 65 anos de idade e pessoas com deficiência e que vivam em estado de vulnerabilidade social.


QUAIS SÃO OS REQUISITOS PARA TER DIREITO AO AUXÍLIO INCLUSÃO?




  • Ser beneficiário do BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social) e passar a exercer atividade remunerada (Atenção! Na hora do requerimento do benefício do auxílio inclusão, você já deve estar exercendo uma atividade remunerada, seja para a iniciativa privada, contribuindo para o INSS, ou para a iniciativa pública, recolhendo para o respectivo Regime Próprio de Previdência Social – RPPS);
  • A remuneração mensal dessa atividade deverá ser inferior a dois salários mínimos;
  • É necessário também estar com a inscrição no CadÚnico atualizada e com a Inscrição regular no CPF;
  • Por fim a renda familiar deve se enquadrar no critério exigido para acesso ao BPC (1/4 do salário mínimo per capita.



O Auxílio-Inclusão será pago ao beneficiário que fizer jus enquanto tais requisitos forem cumpridos, ou seja, se o beneficiário deixar de atender aos critérios de manutenção do BPC, seu Auxílio-inclusão também será cessado.


Ocorrerá a cessação também quando o beneficiário passar receber qualquer tipo de aposentadoria, Pensão por Morte; Auxílio Doença (Auxílio por Incapacidade Temporária) ou Seguro Desemprego.


Por esse motivo concluímos que o Auxílio-inclusão não pode ser cumulado com os benefícios acima citados.


QUAL O VALOR DO AUXÍLO-INCLUSÃO?



O valor do auxílio inclusão será correspondente a 50% do valor do BPC/LOAS, ou seja, R$ 550,00.


Durante o período em que o beneficiário estiver em gozo do auxílio inclusão, o seu BPC ficará suspenso. Porém, segundo a lei, caso você perca o seu emprego, é possível solicitar a reativação do BPC, sem a necessidade de passar por novas avaliações (médicas ou sociais) para ter seu benefício reativado.


O Auxílio-inclusão é uma medida que visa a economia nos valores dos cofres públicos, incentivando os beneficiários do BPC a ingressarem no mercado de trabalho.


Com ela, a pessoa trabalha e recebe uma parte do valor que ganhava antigamente. Porém, pelo fato do BPC ser direcionado às pessoas com deficiência e aos idosos, pode ser que muitos não tenham condições físicas e/ou mentais para trabalhar.
Compartilhar este artigo em:reddit

Comentários

Nenhum comentário

: true});
Permissões neste sub-fórum
Podes responder a tópicos